11 de maio de 2009

CLÁSSICO É CLÁSSICO

No futebol, as cores são um mero detalhe. O que importa é o sentimento de quem as contém. Cada um ama seu time da sua forma, do seu jeito. Cada um tem a sua maneira de torcer, de seguir, de acompanhar. Cada clube grande tem sua tradição, seus títulos, seus craques e seus milhões de fanáticos. Milhares de novos torcedores surgem a cada segundo. Isso tudo devido à grande tradição dos principais clubes de futebol mundial. Muitas são as rivalidades do futebol. Mas uma disputa especial está no topo do ranking dos principais clássicos do Planeta Terra. Quando o vermelho e branco pisa no gramado seguido pelo azul, preto e branco, o RS para e parte do Brasil para também, literalmente. Nos campos da Região Sul do Brasil é como se não existisse tempo. Não há classe social, racial, nem nada, que separe as duas maiores paixões do povo gaúcho. O Internacional e o Grêmio. O Colorado e o Tricolor. O Clube do Povo e o Imortal. O saci e o mosqueteiro. Nomes, apelidos, flauta, deboches, emoção, títulos. Mas acima de tudo respeito. Assim deve ser o futebol, assim devem ser todas as rivalidades.
VIVA A RIVALIDADE, PAZ NO FUTEBOL!
Por: Miguel Zinelli

Um comentário:

  1. parabéns fico muito legal!!!!
    vamo inter!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir